Resenhas

A minha opinião sobre os mais variados produtos, de beleza a decoração.

Leia mais

Como Me Visto

O meu estilo pessoal e como me gosto de vestir.

Leia mais

Receitas

Receitas simples e fáceis, que dão certo!

Leia mais

30 de agosto de 2016

O melhor das férias no Alentejo (parte II): Monsaraz, Vidigueira e Évora

O melhor das férias no Alentejo

Na primeira parte do O melhor das férias no Alentejo, mostrei-vos o que visitei em Portel e Moura. Hoje, e para finalizar, irei mostrar-vos o que visitei em Monsaraz, Vidigueira e Évora. Todos os locais que visitei foram gratuitos, com exceção das ruínas romanas na Vidigueira, da Sé Catedral de Évora e da Capela dos Ossos. Não comi em nenhum restaurante destas localidades, pelo que não tenho opinião formada sobre nenhum deles.



MONSARAZ

Vista para Monsaraz
A vista para Monsaraz.

Miradouro em Monsaraz com vista para o Alqueva
Na chega a Monsaraz tem uma espécie de miradouro onde se pode ver o Alqueva.
O que usei: Chapéu: loja local | Camisola: C&A | Calções: H&M | Sandálias: loja local | Mochila: Paco Martinez

Monsaraz (não confundir com Reguengos de Monsaraz) é uma freguesia medieval pequena mas realmente maravilhosa para quem gosta de turismo histórico. Foi dos sítios que mais gostei de visitar pela riqueza cultural. Realmente temos coisas fantásticas em Portugal!

Porta da Alcoba em Monsaraz
Porta da Alcoba.

Pelas ruas de Monsaraz
As ruas são todas em pedra e quase todas as casas têm flores. Lindo!
Como uma boa vila medieval, Monsaraz tem um castelo que também faz parte da Rota dos Castelos. Caminhar até à sua entrada é um deleite e o castelo é bonito e bem conservado.

Castelo de Monsaraz
Panorâmica do Castelo de Monsaraz.

VIDIGUEIRA

Na Vidigueira visitamos as ruínas romanas de São Cucufate. Dentro das ruínas existe uma capela com frescos lindíssimos. À entrada deram-nos um mapa com toda a planta do local e descrição de cada edifício. Foi-nos dito que os objetos encontrados nas ruínas se encontravam noutro museu da Vidigueira mas quando lá chegamos estava fechado. Foi pena. 

Ruínas de São Cucufate, Vidigueira: Templo Romano
Templo Romano.
O que usei: Chapéu: loja local | Camisola: H&M | Calções: H&M | Sandálias: loja local | Mochila: Paco Martinez

Ruínas de São Cucufate, Vidigueira: fundações da villa do Bispo
Fundações da villa inacabada do Bispo.

Ruínas de São Cucufate, Vidigueira: frescos da capela
Alguns dos frescos que estavam na capela.

Ruínas de São Cucufate, Vidigueira
O nosso guia: um gatinho de quem as senhoras que trabalham nas ruínas tomam conta.

Ruínas de São Cucufate, Vidigueira: fachada principal da villa do Bispo
Fachada principal da villa do Bispo.
ÉVORA

A nossa passagem por Évora foi breve, já que aproveitamos a viagem de regresso para lá ir (ficava em caminho). Decidimos então visitar os pontos mais icónicos da cidade, que ficavam perto uns dos outros.

Évora: Igreja de S. Francisco
Igreja de S. Francisco.
Ao pé da Igreja de S. Francisco ficava a Capela dos Ossos. Esta foi edificada no século XVII e é de facto um local que valeu imenso a pena a visita. O ambiente é um pouco sinistro - afinal de contas estamos a falar de uma Capela cujas paredes são feitas de ossos - mas é um local extraordinário. 

Entrada para a Capela dos Ossos e Museu.
O que usei: Chapéu: loja local | Camisola: C&A | Calções: H&M | Sandálias: loja local | Mochila: Paco Martinez

Évora: Capela dos Ossos
Capela dos Ossos.
Aproveitamos também para passear pelo Jardim Público de Évora e ver o Palácio de Dom Manuel. Uma pena não estar aberto ao público, pois gostaria muito de ver como é por dentro.

Jardim Público de Évora
Jardim Público de Évora.

Jardim Público de Évora: Palácio de Dom Manuel
Palácio de Dom Manuel.
O Templo de Diana era algo que sempre tive imensa curiosidade em visitar. Vê-lo assim de perto foi realmente fantástico e pensar na quantidade de anos que a estrutura já tem dá-lhe ainda mais espetacularidade. 

Évora: Templo de Diana
Templo de Diana.
Terminamos a nossa visita na Sé Catedral de Évora. Acho que foi o local que menos gostei porque me senti enganada em relação ao preço que paguei para aquilo que vi. Não me entendam mal: a Catedral é bonita e é maravilhoso poder ver este património. O preço que cobram nos bilhetes é que eu acho exagerado para aquilo que nos permitem visitar. 

Sé Catedral de Évora
Nos telhados da Sé.

Sé Catedral de Évora
Vista Panorâmica dos telhados da Sé.

Sé Catedral de Évora
Jardim dentro da Sé.
Espero que estas duas publicações sobre o que visitei no Alentejo sejam úteis a quem planeia visitar os locais que mencionei. Claro que existem muitas outras coisas para visitar mas o tempo infelizmente passa muito rápido e não dá tempo de apreciar tudo como deve ser.

6 comentários: